A luta dos bebês prematuros pela sobrevivência se transforma em livro


Livro reportagem relata a história de nove crianças prematuras extremas e suas famílias

A cada 100 nascimentos no Brasil, 11 são partos prematuros. 11. A prematuridade é a mais letal das condições para mortes no primeiro ano de vida. Cerca de 8% dos bebês nascem com menos de dois quilos, segundo dados do Ministério da Saúde. Por trás desses números há dramas de pais e mães que lutam pela sobrevivência de alguém que recém acabou de nascer, como Charles e Thais, que ouviram estas palavras de um médico, referindo-se ao filho logo após o parto:
“Se ele sobreviver, o que é muito difícil, ele vai ser cego. Com a sequela cerebral que ele pode ficar, ser cego nem vai ser um problema muito grande. Mas isso se ele sobreviver.”
Thais teve Rodrigo com apenas 24 semanas de gestação, o limite da prematuridade. A história deles e de outras oito famílias está no livro-reportagem Quinhentos gramas de vida: A luta dos bebês prematuros pela sobrevivência, escrito pela jornalista Thais Lazzeri e publicado pela editora Belas-Letras.
Apesar de o assunto ser pouquíssimo abordado pela mídia, o Brasil está em décima posição no ranking mundial sobre número de prematuridade. Os prematuros extremos, que são o tema do livro – aqueles bebês que nascem, em média, com um peso menor ainda, quinhentos gramas ou até menos. Eles podem ser considerados alguns dos menores bebês do Brasil.
A autora trabalhou por quase oito anos na revista Crescer, publicação da editora Globo. Hoje é repórter da revista Época, mas diz que somente com esse livro teve a oportunidade de “desnudar como o nascimento de uma criança em condições tão desfavoráveis é capaz de transformar a visão de mundo”.
Grávida e prestes a dar à luz sua primeira filha – Catarina – juntamente com a vinda do livro, Thais convida todos a se emocionarem por essas 136 páginas, e compartilharem um pouco da realidade vivenciada por todas essas pessoas. Não só das nove histórias retratadas, mas o drama de quinze milhões espalhadas pelos cinco continentes.
Sobre a autora: Thais Lazzeri é repórter da editoria de Vida da revista Época. Trabalhou durante sete anos na Revista Crescer, da Editora Globo, como repórter e editora-assistente de Gravidez, Saúde e Nutrição. Também escreveu para a revista Nova e para a Folha de S. Paulo.

5 comentários:

  1. Só de ver a capa senti um nó no peito.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Passei por isso com meu filho recentemente e sei como é difícil. Deus é quem nos dá força pra lutar por eles. Day

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, querida, pela conquista! Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Faço parte de uma das histórias com meu filho Enzo. Lindo trabalho. Contou nossa historia de maneira maravilhosa. Sutil e fiel. Chorei qdo li. Emocionante.

    ResponderExcluir
  5. Faço parte de uma das histórias com meu filho Enzo. Lindo trabalho. Contou nossa historia de maneira maravilhosa. Sutil e fiel. Chorei qdo li. Emocionante.

    ResponderExcluir