A importância da leitura

Por: Lilian Farias

A leitura é compreensão; que é produção; que é interação com o meio. E o homem que é um leitor crítico, é um ser ativo em sociedade, capaz de expressar pensamentos e incorporar significações no processo social em que vive. Então, leitura é uma ação cognitiva e política no quotidiano humano.
É o processo de leitura que desvela que o lúdico é um princípio motivador onde aproxima o leitor do real. Despertando o prazer que por vezes é reprimido em virtude de leituras forçosas que fogem do compromisso de relacioná-las com a expressão da liberdade. É preciso saber ler para obter informações básicas e para procurar informações específicas.
A leitura compreensiva ocorre pelo princípio da liberdade e da diversidade. Liberdade de escolha do leitor de modo que esta lhe seja apresentada como opção, e não por obrigação. É a partir do prazer pela leitura que o leitor despertará para os demais benefícios que esta lhe proporciona. Despertando o prazer, outros fatores a ela associados serão desenvolvidos, como a finalidade da leitura, por exemplo. Em geral, lê-se por curiosidade e prazer. E, só após estes estágios, lê-se por necessidade.
Ler e refletir sobre o que se está lendo na sociedade contemporânea tornou-se mecanismo de sobrevivência, condição irrefutável para conviver com as constantes mudanças sociais e ter subsídios para acompanhar estas mudanças.
Todo texto é feito para ser compreendido, ele tem um motivo por ter sido escrito, a lógica é que se tenha conseguido estabelecer um laço de interação entre autor e interlocutor.
A palavra, como o signo da expressão, está ligada incondicionalmente à situação social e desempenha um papel essencial na relação entre locutor e interlocutor, permitindo a interação das ideias e, simultaneamente, o conhecimento um do outro.

Fonte: Mágica Literária

Um comentário:

  1. Boa noite,

    Gostei muito do texto, diz muitas coisas interessantes e verdadeiras...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir