Livro revela infância corintiana de Kléber ao lado do pai e idolatria por Neto

O atacante Kléber teve revelada na última segunda-feira a condição de sócio da Gaviões da Fiel, torcida organizada ligada ao Corinthians. No entanto, o ídolo do Palmeiras já havia revelado sua infância corintiana em um livro biográfico publicado no ano passado.

Na obra "Kléber - O Gladiador", assinada pelo jornalista Maurício Noriega, o atacante revela que era corintiano quando criança influenciado pelo pai, seu Boni. O jogador também conta no livro que tinha o meia Neto como seu grande ídolo.

O livro sobre o palmeirense fez parte de um pacote lançado no ano passado pela editora Belas-Letras, contemplando ídolos do momento de Cruzeiro e Atlético-MG. Na oportunidade, o comentarista Maurício Noriega também assinou uma minibiografia do ex-atacante Marques. Em 2010 Kléber ainda vestia a camisa cruzeirense.

Nesta terça, o autor repercutiu a polêmica a respeito da associação de Kléber a Gaviões da Fiel, em notícia vazada justo na semana do clássico entre Corinthians e Palmeiras.

"Um pitaco sobre um dos temas do dia. Escrevi um livreto sobre o Kléber Gladiador ano passado, ele dizia que era corintiano quando garoto por causa do pai, e que seu ídolo era o Neto. Nada demais, super normal, hoje ele é um profissional. Muito barulho por pouca coisa", expressou o comentarista do Sportv através de sua conta no Twitter.


Leia mais em: Esporte UOL e Globo Esporte

Livro disponível no site Belas-Letras por R$ 7,90

0 comentários: