Marco Túlio, do Jota Quest, lança “Meu Pequeno Cruzeirense” na Bienal do Livro de Minas

O músico Marco Túlio, do grupo pop mineiro Jota Quest, vai lançar “Meu Pequeno Cruzeirense”, seu livro de estréia, no próximo dia 18 de maio, terça-feira, às 19h, na Bienal do Livro de Minas Gerais, nos pavilhões da Expominas. A sessão de autógrafos acontece no estande da editora Belas-Letras (Rua L 14, pavilhão 2).
Marco Túlio descreve Meu Pequeno Cruzeirense como “um encontro entre pai e filho”. No texto, ele optou por contar uma história que mostra como a paixão por um clube de futebol, no caso o Cruzeiro, é um poderoso elo de ligação entre pais e filhos e suas histórias.
“Um time representa isso, um pouco de quem você é e de onde veio, ou seja, 100% emocional. A minha paixão pelo clube e uma herança paterna”, conta Marco Túlio. Ele optou por escrever um texto que começa com suas lembranças de menino, quando ele corria uniformizado pela casa batendo a bola por todos os cantos e transformando a sala em campo de futebol.
Ao mesmo tempo, o músico passeia pelos grandes momentos históricos do Cruzeiro, os títulos e os ídolos. Mas essa história é apenas um cenário para mostrar a forte ligação que o futebol e um time podem provocar entre um pai e um filho. Com o passar dos anos, o amor pelo Cruzeiro se ampliou, desta vez através do filho do guitarrista, de seis anos.
As ilustrações são assinadas pelo mineiro Giovanni Barbosa, que conseguiu traduzir os grandes momentos do Cruzeiro, como um gol de Alex em 2003 que mereceu até placa, ou uma jogada de Tostão pela seleção brasileira com imagens com muita vibração, movimento e cor, para agradar ao público que é fã não apenas do Cruzeiro, mas de futebol. “Queria que as ilustrações transmitissem a química entre o time e o torcedor”, explica Giovanni.
O livro faz parte de uma coleção editorial de sucesso, chamada Meu Time do Coração. Em cada livro, um torcedor famoso de cada clube e um ilustrador tentam mostrar, com seus argumentos, por que o leitor deve torcer para aquele time. Já foram lançados os livros Meu Pequeno Corintiano (Serginho Groisman), Meu Pequeno São-Paulino (Nando Reis), Meu Pequeno Palmeirense (Soninha), Meu Pequeno Rubro-Negro (Gabriel o Pensador), Meu Pequeno Tricolor (Evandro Mesquita), Meu Pequeno Vascaíno (Fernanda Abreu), Meu Pequeno Botafoguense (Helio de La Pena), Meu Pequeno Coxa-Branca (Guta Stresser), Meu Pequeno Gremista (Humberto Gessinger) e Meu Pequeno Colorado (Luís Augusto Fischer). São todos livros oficiais, licenciados pelos clubes.
A editora decidiu esperar pela Bienal do Livro de Minas Gerais para lançar oficialmente os dois livros dos times mineiros.
“Queríamos fazer um evento muito especial, e a Bienal é o momento ideal para lançar o livro. A ideia do Marco Túlio foi uma das mais interessantes da coleção, é um livro que fala de uma paixão honesta, pura, que não tem fim, ou seja, é a legítima paixão do torcedor de verdade. E as ilustrações causam um impacto muito forte. Vai ser difícil um cruzeirense – adulto ou criança – não se emocionar quando abrir este livro”, comenta o editor da Belas-Letras, Gustavo Guertler.

Lançamento e sessão de autógrafos do livro Meu Pequeno Cruzeirense
Bienal do Livro de Minas Gerais
Expominas (Av. Amazonas, 6030, Gameleira, Belo Horizonte – MG)
Estande da Belas-Letras (Rua L14)
18 de maio de 2010 – terça-feira – 19h
Preço de capa do livro: R$ 19,90
Realização: Editora Belas-Letras

Um comentário:

  1. Oi,
    Queria saber se vão postar fotos do lançamento do livro do Marco Túlio Lara na Bienal.
    Obrigada.
    Bjos

    ResponderExcluir