Helio de La Peña lança Meu Pequeno Botafoguense

“Minha família era toda de vascaínos. De sacanagem virei botafoguense”. A frase é típica do seu autor. Helio de La Peña, humorista nacionalmente conhecido da trupe do Casseta & Planeta, é o autor do livro Meu Pequeno Botafoguense, décimo segundo volume da série Meu Time do Coração, criada pela Belas-Letras, com o objetivo de resgatar a magia do futebol para as crianças por meio da literatura e estimular o surgimento de novos torcedores. O lançamento oficial e a noite de autógrafos acontecem no próximo dia 13 de abril, às 19h, na Saraiva Megastore do Shopping Rio Sul (Av. Lauro Muller, 116 – Botafogo).
A convite da Editora Belas-Letras, Helio de La Peña escreveu o livro, que tem como personagem principal um garoto, com o nome sugestivo de Jair que, num sonho, faz uma viagem pelos principais momentos da história do Botafogo. As ilustrações ficaram a cargo do premiado cartunista Aroeira.
A intenção de Helio foi mostrar que o Botafogo tem tudo a ver com o Brasil; ele cita como principal exemplo o nosso prato típico: o feijão e o arroz, preto e branco. Ele buscou mostrar tudo isso de uma maneira divertida e sob o ponto de vista de uma criança fanática, alegre, supersticiosa e nascida em berço alvinegro. “O garoto, na noite de sábado, dorme de uniforme e sonha que é parte da história do Glorioso, desde sua fundação, passando pelos principais momentos da história, inclusive relatando encontros com Garrincha, Nilton Santos, Jairzinho, suas superstições e como se sentiu com as vitórias e as derrotas do Botafogo. Tudo termina com ele acordando no domingo e indo ao jogo do Fogão, numa Kombi, ao lado de gente muito interessante. É uma surpresa”, afirma.
Hoje presença constante do cotidiano alvinegro, Helio tem como sua primeira lembrança de torcedor os 4 x 0 sobre o Vasco da Gama, em 1968, que resultou no bicampeonato carioca de 1967/1968. Escrever Meu Pequeno Botafoguense foi, para ele, uma oportunidade única de transportar sua paixão para o papel.
“Adorei escrever esse livro e procurei, em vez de contar minhas experiências como torcedor e ser o personagem da história, criar um garoto de nome Jair que, de uma vez só, me faz relembrar as principais passagens do Glorioso e homenageia meu maior ídolo, Jairzinho”, explica Helio, que ainda faz questão de valorizar a importância das ilustrações de Aroeira. “As imagens dão ainda mais vida às histórias que são contadas no livro.”
Meu Pequeno Botafoguense é um produto oficial e licenciado do Botafogo, editado pela Belas-Letras. Entre outros, já foram lançados os títulos Meu Pequeno Gremista, escrito por Humberto Gessinger, Meu Pequeno Colorado, de Luís Augusto Fischer, Meu Pequeno Corintiano, de Serginho Groisman, Meu Pequeno Rubro-Negro, de Gabriel o Pensador, Meu Pequeno Tricolor, de Evandro Mesquita, Meu Pequeno Vascaíno, de Fernanda Abreu, Meu Pequeno Palmeirense, de Soninha Francine e Meu Pequeno São-Paulino, de Nando Reis.
O próximo lançamento previsto é o livro do Atlético-MG, com texto do compositor Wilson Sideral, e o do Cruzeiro, com texto do músico Marco Túlio, do grupo Jota Quest.

0 comentários: